FATORES ASSOCIADOS À CONSTITUIÇÃO DE COMITÊS DE AUDITORIA NAS EMPRESAS COM AÇÕES NEGOCIADAS NA BM&FBOVESPA

Autores

  • Raphael Vinicius Weigert Camargo Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Centro Socioeconômico (CSE) Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC)
  • Leonardo Flach Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Centro Socioeconômico (CSE) Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC)

Resumo

Este estudo teve por objetivo identificar os fatores associados à constituição de comitês de auditoria nas empresas negociadas na BM&FBovespa. A partir da literatura foram observados dez fatores associados à constituição de comitês de auditoria. Estes fatores foram testados empiricamente nesta pesquisa para identificação de características aplicáveis ao contexto brasileiro. O estudo foi desenvolvido com sustentação da Teoria da Agência, como pesquisa documental, com abordagem quantitativa, mediante análise de dados relativos ao ano de 2013. A amostra foi composta por 116 empresas, e os dados analisados obtidos por meio de demonstrações contábeis e formulários de referência. A análise de dados foi efetivada com o uso da regressão logística. Os resultados indicaram que empresas maiores e do nível de governança corporativa ‘Novo Mercado’ estão mais propensas à existência de comitês de auditoria. Por outro lado, companhias do setor de consumo não cíclico e com maiores proporções de ativos mantidos (assets in-place) estão menos sujeitas à existência de comitês de auditoria. Para os demais fatores investigados não houve constatação de associações significantes com a existência de comitês de auditoria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raphael Vinicius Weigert Camargo, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Centro Socioeconômico (CSE) Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC)

Doutorando e Mestre em Contabilidade pelo Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Contato: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Departamento de Ciências Contábeis, Bloco C – Sala 224. E-mail: [email protected]

 

Leonardo Flach, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Centro Socioeconômico (CSE) Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC)

Professor Adjunto do Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutor em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Contato: Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, Centro Socioeconômico, Departamento de Ciências Contábeis, Florianópolis, SC. E-mail: [email protected]

Downloads

Publicado

2016-04-26

Como Citar

Camargo, R. V. W., & Flach, L. (2016). FATORES ASSOCIADOS À CONSTITUIÇÃO DE COMITÊS DE AUDITORIA NAS EMPRESAS COM AÇÕES NEGOCIADAS NA BM&FBOVESPA. Revista Mineira De Contabilidade, 17(1), 14–24. Recuperado de https://revista.crcmg.org.br/rmc/article/view/158

Edição

Seção

Artigos científicos: