O IMPACTO DAS RESTRIÇÕES FINANCEIRAS NA PRÁTICA DO CONSERVADORISMO CONTÁBIL: UM ESTUDO DE 2012 A 2016

Weverton Eugenio Coelho, EDUARDO MENDES NASCIMENTO, JOAO PAULO DE ASSIS VALADARES

Resumo


O conservadorismo condicional é o reconhecimento, nas informações contábeis, das más notícias mais rapidamente do que o reconhecimento das boas notícias. Ele atua no combate a possíveis atitudes oportunistas do gestor, reduz o custo de monitoramento das partes interessadas e leva a empresa a reconhecer, de forma antecipada, possíveis perdas. Por outro lado, quando uma empresa pratica o conservadorismo, ela gera diferença de retorno futuro e consequentemente ganhos de menor qualidade ou menos sustentáveis. Por conta disso, o conservadorismo seria, em longo prazo, prejudicial à obtenção de recursos de fontes externas. O objetivo desse estudo foi avaliar os efeitos da situação de restrição financeira na prática do conservadorismo condicional. Adicionalmente ao objetivo principal, o modelo empírico adotado permitiu a constatação do conservadorismo nas empresas não restritas financeiramente. A amostra foi composta de empresas listadas na Brasil, Bolsa, Balcão (B3), no período de 2012 a 2016. O modelo empírico utilizado foi o de Ball e Shivakumar (2005), que usa a variação do lucro como proxy e identifica o grau de conservadorismo por meio de ganhos e perdas nos resultados contábeis. A estimação estatística foi realizada através de Mínimos Quadrados Generalizáveis Factíveis (FGLS). Como resultado, encontraram-se indícios que apoiam a conclusão de que o conservadorismo condicional pode ser encontrado nas empresas em geral, sendo estatisticamente menor a probabilidade de encontrá-lo nas empresas com restrição financeira.

Palavras-chave: Conservadorismo Condicional, Conservadorismo, Restrição Financeira.

https://doi.org/10.21714/2446-9114RMC2019v20n1t02


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Weverton Eugenio Coelho, EDUAROD MENDES DO NASCIMENTO, JOAO PAULO DE ASSIS VALADARES

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 ISSN: 2446-9114 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

 

INDEXADORES
A Revista Mineira de Contabilidade (RMC) está indexada nos diretórios e bases que seguem:

Base Atena

Citações - Google Acadêmico

DOAJ (Directory of Open Access Journals)

DOI (Digital Object Identifier System Handbook)

LATINDEX (Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de America Latina, el Caribe, España y Portugal. UNAM, Universidad Nacional Autónoma de Mexico) 

Spell (Scientific Periodicals Electronic Library)

Sumários.org (base indexadora de periódicos científicos brasileiros)

 

Directory of Open Access Journals   Resultado de imagem para latindex