GRAU DE EVIDENCIAÇÃO DO IMPAIRMENT E VALOR DE MERCADO: ANÁLISE DAS EMPRESAS QUE COMPÕEM O ÍNDICE BOVESPA

Térsio Arcúrio Arcúrio, Bruno Rodrigues Teixeira de Lima, Rodrigo de Souza Gonçalves, Jomar Miranda Rodrigues

Resumo


O presente artigo tem como objetivo verificar se existe relação entre o grau de evidenciação do impairment e o valor de mercado das empresas que compõem o Índice BOVESPA no período entre 2011 e 2015, isto é, isolar o efeito do grau de evidenciação do impairment no valor de mercado. Foram realizadas análises estatísticas quanto ao atendimento às determinações de evidenciação previstas no CPC 01 (R1) e, em seguida, foi realizada uma análise multivariada por meio de regressão envolvendo o Valor de Mercado (VM), como variável dependente, mensurado pelo Q de Tobin, e o grau de evidenciação do impairment. Os resultados da regressão com dados em painel apontam a existência de uma associação positiva entre o grau de evidenciação do impairment e o valor de mercado das empresas analisadas, assim como para as variáveis de controle Oportunidade de Crescimento (OP) e Tamanho da Empresa (TAM). Adicionalmente, identificou-se que o reconhecimento do impairment afeta negativamente o valor de mercado das empresas. Em relação à evidenciação, verificou-se que a média de atendimento aos itens exigidos pelo CPC 01 (R1) aumentou ao longo dos últimos anos e que houve um aumento de 60% no número de empresas que reconhecem perda por impairment durante o período analisado. Por fim, o aumento do grau de evidenciação do impairment ao longo dos anos pode estar relacionado ao fato de que, quanto maior for esse nível, menor será o impacto negativo do reconhecimento do impairment no valor de mercado das empresas.

Palavras-chave: evidenciação; impairment; valor de mercado.

https://doi.org/10.21714/2446-9114RMC2018v19n2t01


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Térsio Arcúrio Arcúrio, Bruno Rodrigues Teixeira de Lima, Rodrigo de Souza Gonçalves, Jomar Miranda Rodrigues

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 ISSN: 2446-9114 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

 

INDEXADORES
A Revista Mineira de Contabilidade (RMC) está indexada nos diretórios e bases que seguem:

Base Atena

Citações - Google Acadêmico

DOAJ (Directory of Open Access Journals)

DOI (Digital Object Identifier System Handbook)

LATINDEX (Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de America Latina, el Caribe, España y Portugal. UNAM, Universidad Nacional Autónoma de Mexico) 

Spell (Scientific Periodicals Electronic Library)

Sumários.org (base indexadora de periódicos científicos brasileiros)

 

Directory of Open Access Journals   Resultado de imagem para latindex