Fragmentos da história contábil e a importância da Academia de Comércio de Juiz de Fora no contexto da contabilidade brasileira

Cleber do Carmos Antunes

Resumo


Este trabalho tem como objetivo destacar a relação da instituição de ensino Academia de Comércio de Juiz de Fora (MG) com a profissão contábil no Brasil desde o ano de sua fundação, em 30 de março de 1891, quando o empreendedor Francisco Batista de Oliveira, após uma de suas viagens à cidade de Paris, depois de participar de palestra na Escola de Altos Estudos Comerciais daquela cidade, resolveu fundar em de Juiz de Fora, na época em pleno crescimento de suas indústrias, uma instituição de ensino de nível superior denominada Sociedade Anônima Academia de Comércio, sendo o curso superior na área de comércio um dos primeiros
a serem instituídos, constituindo, para muitos, o embrião do curso de Ciências Contábeis ministrado no Brasil.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Cleber do Carmos Antunes

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 ISSN: 2446-9114 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

 

INDEXADORES
A Revista Mineira de Contabilidade (RMC) está indexada nos diretórios e bases que seguem:

Base Atena

Citações - Google Acadêmico

DOAJ (Directory of Open Access Journals)

DOI (Digital Object Identifier System Handbook)

LATINDEX (Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de America Latina, el Caribe, España y Portugal. UNAM, Universidad Nacional Autónoma de Mexico) 

Spell (Scientific Periodicals Electronic Library)

Sumários.org (base indexadora de periódicos científicos brasileiros)

 

Directory of Open Access Journals   Resultado de imagem para latindex