Políticas Editoriais

Foco e Escopo

  • Missão e objetivos
    • A Revista Mineira de Contabilidade (RMC) é um periódico técnico/científico com edição quadrimestral, mantido pelo Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais (CRCMG). Sua missão é divulgar a produção de conhecimentos científicos, técnicos e tecnológicos na área contábil.
    • A RMC adota critérios de análise para os artigos submetidos em consonância com os requisitos do sistema de qualificação e avaliação de periódicos definidos pela comunidade acadêmico-científica, os quais buscam destacar qualidade metodológica e temática, bem como os impactos em torno do conhecimento contábil construído e suas contribuições para a sociedade. 
  • Escopo e linhas editoriais
    • A RMC publica artigos científicos, técnicos e tecnológicos inéditos em português nas áreas de Contabilidade Societária; Mercados Financeiro, de Crédito e de Capitais; Controladoria e Contabilidade Gerencial; Contabilidade Governamental e do Terceiro Setor e Ensino e Pesquisa em Contabilidade, sem restrições a perspectivas conceituais e metodológicas, desde que estejam coerentes com o propósito do estudo e sejam consistentes e relevantes para o desenvolvimento das áreas. Adicionalmente, este periódico publica resenhas, casos de ensino e ensaios teóricos que de fato possam contribuir para divulgar novos conhecimentos para a comunidade.
  • As linhas editoriais e o foco das pesquisas para publicação são: 
  • Estudos sobre Ensino e Pesquisa em Contabilidade: compreende as pesquisas que visem ao aprimoramento do processo ensino-aprendizagem na área contábil, abrangendo, também, estudos que envolvam o desenvolvimento da pesquisa científica. Assim, as temáticas estão relacionadas à avaliação institucional; avaliação do processo de ensino-aprendizagem; estruturas curriculares; recursos instrucionais; avaliação de programas educacionais; educação online; impacto das tecnologias de informação e comunicação nos processos de ensino-aprendizagem; métodos e práticas de ensino; formação docente; aprendizagem e desenvolvimento de competências na formação acadêmica; estilos de aprendizagem; experiência e aprendizagem ativa; processos cognitivos da formação; determinantes do desempenho acadêmico; processos de evasão; teorias comportamentais e suas influências nos processos de decisão; aprendizagem e processos motivacionais no ensino-aprendizagem. No campo da pesquisa em contabilidade, destacam-se os temas como epistemologia da pesquisa em Ciências Contábeis; metodologias; modelos, métodos e técnicas científicas. 
  • Controladoria e Contabilidade Gerencial: Envolve pesquisas que contribuam para a expansão do conhecimento relacionado com a teoria e a aplicação prática da contabilidade gerencial. Assim, o escopo da revista abrange todas as áreas de conhecimento da contabilidade e do controle gerencial, incluindo, por exemplo, gestão estratégica de custos, Teoria das Restrições, ferramentas da qualidade aplicadas em gestão empresarial, análise de custos da qualidade, custos logísticos, custos ambientais, custos da cadeia de valor, custos de transação, custos tributários, custo total de propriedade (entre outras especialidades da contabilidade de custos). No campo da pesquisa em controle gerencial destacam-se temas como a análise do ciclo de vida das organizações e suas estratégias de controle gerencial, o fator comportamental nas organizações e suas teorias, tais como teoria institucional, contratos, agência, contingência, estruturação, empreendedorismo, resources based view (entre outras vertentes teóricas). Temas como orçamento, incentivos, avaliação de desempenho, contabilidade divisional, aplicação de ferramentas da contabilidade gerencial, o estudo e análise dos sistemas de controle gerencial são bem-vindos. 
  • Contabilidade Governamental e do Terceiro Setor: Abrange pesquisas e estudos teóricos e/ou empíricos que possam contribuir para a compreensão dos aspectos econômicos e políticos das práticas de mensuração, evidenciação, auditoria, perícia e accountability e suas relações com os diferentes contextos sociopolíticos das organizações do Setor Público, das Finanças Públicas, da Contabilidade Pública, da Controladoria, da Governança Pública e da Contabilidade do terceiro setor, além da relação com as atitudes dos gestores. Ademais, os estudos e pesquisas com foco tecnológico devem contribuir e fomentar a inovação de processos, produtos e serviços necessários ao desenvolvimento sustentável da economia e a compreensão da importância da informação contábil como recurso de geração de valor no setor público. 
  • Contabilidade Societária: Abrange estudos e pesquisas relacionados aos aspectos de reconhecimento, mensuração e evidenciação da informação contábil. Desdobra-se principalmente em: Teoria da Contabilidade, Regulação Contábil, Contabilidade Financeira, Contabilidade Internacional e Comparada, Contabilidade Tributária, Relatórios de Sustentabilidade, Balanço Social, Relato Integrado, Análise das Demonstrações Contábeis, Agrobusiness, Prestação de Serviços Contábeis à Comunidade, disclosure, modelos de qualidade da informação contábil.
  • Mercados Financeiro, de Crédito e de Capitais: Envolve estudos conceituais, analíticos e de pesquisas empíricas sobre o tema genérico de Finanças, com especial interesse na informação contábil como insumo às tomadas de decisão por gestores, analistas e investidores. Os focos dos estudos e pesquisas podem ser dispostos nos seguintes temas principais: Finanças Corporativas; Avaliação de Títulos, Derivativos e Fundos de Investimento; Firm Valuation; Value-Relevance; Governança Corporativa; Auditoria Independente; Avaliação de Risco, Estrutura de Capital, Custo de Capital.

Tipos de Documentos Aceitos 
  • Os artigos científicos devem abordar temas relevantes, considerando os vários campos de aplicação da Contabilidade enquanto Ciência Social Aplicada. A abordagem metodológica pretendida deve estar ancorada em tipologias teórico-empíricas (levantamentos, estudos de caso, experimentos) e teóricas (ensaios teóricos, proposição de modelos), utilizando análises quantitativas e qualitativas, com concepções positivas e normativas. Os temas estudados devem articular tendências teóricas estruturantes, inclusive de outras áreas do conhecimento, que propiciem forte base conceitual para a produção de conhecimento contábil, visando à contribuição ao avanço científico da área. 
  • Os artigos técnicos e tecnológicos têm como finalidade fundamental divulgar pesquisas e estudos que contribuam para o desenvolvimento de soluções inovadoras para problemas conhecidos e/ou novos problemas relacionados aos processos, produtos e serviços na área de Ciências Contábeis. Esses trabalhos devem discutir a inovação de processos, produtos e serviços necessários ao desenvolvimento sustentável da economia e a compreensão da importância da informação contábil como recurso de geração de valor para a sociedade. Apesar do caráter prático e aplicado, sua base deve ser científica e, por conseguinte, deve pautar-se nas bases do conhecimento científico. 
  • Resenhas: As resenhas bibliográficas devem ser revisões críticas de livros e publicações científicas ou de interesse científico, nacionais ou estrangeiros, no campo das Ciências Contábeis. Aceitam-se resenhas de livros seminais nacionais dos últimos dois anos e de livros estrangeiros publicados nos últimos quatro anos. As resenhas devem resumir, analisar, comparar e opinar sobre a obra em questão, constituindo uma contribuição teórica ou científica ao campo do conhecimento. Nesse contexto, a resenha não só informa o lançamento ou existência da obra, mas deve oferecer uma contribuição significativa, seja ao tema, seja ao campo de estudo da obra em questão, por meio da sua análise crítica. As resenhas bibliográficas devem obedecer aos seguintes critérios: (a) fornecer uma revisão informada da obra em questão; (b) apresentar um sumário da obra e/ou autor; (c) salientar a contribuição da obra para o campo das Ciências Contábeis; (d) apresentar a análise das partes, seções ou capítulos em que estejam organizados; (e) destacar as principais recomendações sobre o uso da obra. 
  • Casos de ensino: O caso deve apresentar claramente uma situação problema, um conflito em que o protagonista deverá usar seus conhecimentos para encontrar a melhor alternativa para resolvê-lo. O caso deve relatar uma situação do passado, ou seja, um relato com início, meio e fim. O autor deve procurar criar um suspense durante o relato do caso, estimulando o leitor a colocar-se na posição do protagonista.  
  • Público Alvo
    • Esperam-se contribuições de estudantes, professores, pesquisadores e demais profissionais, tanto da área contábil quanto de outras áreas, desde que apresentem interdisciplinaridade com a Contabilidade.
  • Processo de Escolha do Conselho Editorial
    • O Conselho Editorial é formado pelas seguintes composições: Comitê de Política Editorial, Editor, Editores Adjuntos e Corpo Editorial. 
    • A escolha do Editor deve ser homologada por meio de portaria do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais. São considerados como atributos na escolha do Editor: liderança científica, reconhecimento da comunidade, histórico de atuação como revisor e autor, projeto de trabalho apresentado para o periódico e disponibilidade e compromisso para atuar como Editor. O Projeto de Trabalho será apreciado pelo Comitê de Política Editorial, juntamente com o Conselho Diretor do CRCMG.
    • Os Editores Adjuntos são indicados pelo Editor e homologados por meio de portaria do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais, levando em consideração os mesmos atributos elencados para a escolha do Editor. 
    • A escolha dos integrantes do Comitê de Política Editorial e do Corpo Editorial Científico considera a experiência em pesquisa, como autor e como revisor, além da distribuição em termos geográficos e em termos de áreas de conhecimento do periódico. Procura-se sempre selecionar pesquisadores que possam representar os interesses da área do conhecimento, com o objetivo de dar credibilidade científica ao periódico e ao desenvolvimento da área do conhecimento. 
    • O mandato do Editor é de dois anos, com a opção de recondução por até dois mandatos. O mandato atual expira em dezembro de 2019, podendo ser reconduzido. O Editor pode sugerir a substituição de qualquer um dos Editores Adjuntos, bem como do Corpo Editorial Científico, e a substituição deve ser homologada pelo Conselho Diretor do CRCMG.

 

Políticas de Seção

Artigos científicos:

Nessa seção são publicados artigos científicos resultantes de estudos e pesquisas na área contábil e afins, avaliados segundo os critérios da Revista Mineira de Contabilidade

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos técnicos, tecnológicos, resenhas e casos de ensino:

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Informações editoriais - Expediente

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Índice Anual por Título e Autores:

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Relatório Anual de Gestão:

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Sumário e Foto da Capa

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os artigos e as resenhas recebidos eletronicamente são encaminhados pelo Editor Responsável para os Editores Adjuntos, respeitadas as áreas: 

  • Gilberto José Miranda (UFU): Estudos sobre Ensino e Pesquisa em Contabilidade
  • Rosimeire Pimentel Gonzaga (UFES): Controladoria e Contabilidade Gerencial
  • Nálbia de Araújo Santos (UFV): Contabilidade Governamental e do Terceiro Setor
  • Oscar Lopes da Silva (CEUNIH): Mercados Financeiro, de Crédito e de Capitais
  • Bruna Camargos Avelino (UFMG): Contabilidade Societária

O Editor Chefe e os Editores Adjuntos realizam a avaliação preliminar (desk review). Os artigos aceitos nessa fase são remetidos aos avaliadores ad hoc no sistema Double blind review, para avaliação e parecer. 

Para o processo de avaliação por pares, o Comitê de Política Editorial, juntamente com o Corpo Editorial Científico, definiu os seguintes critérios: 

  • Contribuição à Ciência Contábil e à sociedade;
  • Rigor científico nas citações e obediência às normas da ABNT;
  • Qualidade de redação e organização do texto (clareza, concisão, objetividade e estrutura formal);
  • Atualidade e originalidade do estudo;
  • Relevância e justificativas do tema;
  • Clareza e pertinência do problema e dos objetivos;
  • Consistência teórica e revisão de literatura;
  • Adequação do método e técnicas de pesquisa;
  • Conclusão(ões) e alcance dos objetivos.

Antes da publicação os artigos aprovados passam por revisão da língua portuguesa, revisão da tradução do título, do resumo e das palavras-chave em inglês. 

 

Periodicidade

Até 2014 a periodicidade foi trimestral, publicada de forma impressa.

A partir de 2015, a periodicidade passou a ser quadrimestral, com publicação eletrônica.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, pela internet, no sistema SEER, disponibilizando gratuitamente o conhecimento científico ao público com vistas à sua democratização.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...